segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Violência gratuita


Todo começo de ano letivo as Universidades, principalmente as públicas, se tornam manchetes em todos os jornais (e desta vez até no meu blog) por causa dos trotes violetos provocados pelos veteranos.

Eu, felizmente, não tive problemas com trotes violentos quando eu entrei na faculdade de jornalismo. Imagino porque eu não fui troteado de forma violenta pelos veteranos.

Primeiro porque os próprios alunos da Univap nunca foram de fazer isso com seus "bixos" por pura falta de cultura universitária. Lá realmente parecia escola de ensino médio (como já comentei quando escrevi sobre a ausência do Diretório Acadêmico na minha época da faculdade).

Mas não dá para admitir que os futuros profissioais da sociedade brasileira sejam os mesmos que agridem seu colega de profissão e isso gera um "círculo vicioso", pois quem apanhou vai querer bater quando for veterano.

Pintar a cara (ou todo o corpo), cortar o cabelo (sem atingir a integridade física da pessoa) são bricadeiras saudáveis e que considero que devem ser feitas, afinal, não deixa de ser uma comemoração para o próprio "bixo".

Entretanto, aqueles que passarem do limite do bom-senso devem ser responsabilizados acadêmica e crimialmete, nas leis que eles se enquadrarem.

0 Cornetadas:

Postar um comentário | Feed



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License