quarta-feira, 22 de outubro de 2008

DCE, o que é isso?

Ontem eu estava lendo o jornal Vale Paraibano e me deparei com uma reportagem sobre a discussão do aumento da mensalidade da Unitau entre a reitoria da universidade e o DCE (Diretório Central Estudantil).

Me veio uma pergunta logo à cabeça, o que DCE? Parece besta, né? Pois acabei de escrever seu significado no parágrafo acima. Mas o fato não é saber a origem da sigla e sim perceber e ver a existência dele.

Nos meus quatro anos de estudos na Univap, me recordo que somente de uma ação promovida pelo DCE (Um protesto contra o aumento da mensalidade para 2005, que acabou em nada, o aumento foi dado).

Como diz uma amiga também formada lá, Angélica, o diretório da universidade é fantasma, se é que ele existe.

Eu li nos livros de História que a UNE (União Nacional dos Estudantes) teve participação política fundamental no Brasil até há pouco tempo, como no processo de redemocratização do país.

Entretanto, não tive oportunidade de conhecer esse tipo de movimento na minha época de faculdade. Nem mesmo em cursos que se dizem mais politizados, como o jornalismo, havia a presença do Diretório Acadêmico na Universidade do Vale Paraíba. Era cada um por si. Tinham os envolvidos com a causa, como o Fernando Banzi, a própria Angélica e seu namorado Douglas, mas eram poucos. Meus momentos de luta estudantil ficaram apenas nos livros

Isso se deve à (in)competência de nossos políticos que não dão o bom exemplo para entrar nesse sistema que está cada vez mais desacreditado e ao invés de agregar simpatizantes, desagregam antipatizastes da política.

Como jornalista, tenho a obrigação social de lutar de uma sociedade mais justa, contudo, fica difícil melhorar algo, se não há base para essa utopia.

domingo, 19 de outubro de 2008

Domingo Esportivo

Depois de chegar em casa à 1h da manhã (horário brasileiro de verão) da festa de casamento de um amigo e acordar às 5h para assistir ao Lewis Hamilton vencer o GP da China de Fórmula 1. Será que ele leva este ano? Como brasileiro, torço para que ele mais uma vez fique no meio do caminho em Interlagos.

Dormi quatro horas até as 10:30, suficiente para ver e sofrer com a seleção de futsal para levar o hexacampeonato mundial. Seria frustante para todos que estavam no Maracanãzinho perder para a Espanha? É, seria, mas deu tudo certo como mandava o script.

Para matar o tempo, assisti à boa parte do VT (Video-Tape) do Campeonato Italiano, Milan e Sampdoria que a TV Bandeirantes passou, foi 3 a 0 para os milaneses. Foi legal, fazia tempo que não via um campeonato estrangeiro. Não terminei de ver porque queria me "preparar" para o choque-rei no rádio.

Que jogo! Em seis minutos já tinha acontecido tudo o que o Brasil não fez na quarta-feira contra a Colõmbia. Um pênalti, um gol e uma expulsão para cada lado. Parecia tudo definido já no primeiro tempo. Só parecia, entretanto, tudo mudou aos 35 minutos do segundo tempo. O jogo ano, Palmeiras 2 x 2 São Paulo.

Só vou esperar terminar o Papo Vanguarda com a Denise Fraga e vou dormir.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Serra, não dá uma dessa!!!

Não estou aqui para escrever sobre o seqüestro lá de Santo André. Todos sabem que não trato de assuntos sensacionalistas por aqui.

Mas a mancada do Governo do Estado de São Paulo agora à tarde merece um destaque.

Eu estava para entrar no banho quando aquele imponente musiquinha do plantão da TV Globo tocou novamente, e a Fátima contou o desfecho trágico do seqüestro, de acordo com a nota emitida pelo Palácio dos Bandeirantes (sede do governo paulista).

Ao sair do banheiro, me deparo com a informação de que a garota dada como morta estava em cirurgia. (Dava até pra fazer piada aqui, mas em respeito a todos, não farei).

É bem provável que a menina não sobreviverá, entretanto transmitir uma informação precipitada é pior do não falar nada.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Parece piada de mau-gosto

Fiquei completamente de boca aberta quando vi na TV hoje a Polícia Militar em confronto com a Polícia Civil lá em São Paulo. Se eles estão se enfrentando, quem poderá nos defender? O Chapolin Colorado?

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Novos caminhos do transporte

Nesta manhã, estava acompanhando o Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes, apresentado por Cláudio Nicolini e ele entrevistava o prefeito reeleito de São José Eduardo Cury (PSDB).

Entre as perguntas, um ouvinte do Jardim Pararangaba, região leste, queria saber como ficarão as adaptações dos pontos de ônibus para os cadeirantes , pois atualmente tem-se dificuldade para se acessar os veículos por falta de condições dos pontos.

O prefeito garantiu que essas adaptações deverão acontecer, mas não definiu quando.

É verdade. De que adianta ter os ônibus adaptados se não há condições de acesso e deve acontecer o mais rápido possível?

Um outro aspecto que me surgiu esses dias, é se a empresa que vai assumir o lote em aberto se comprometerá em ter 100% dos veículos adaptados assim como a Expresso Maringá e a Julio Simões fizeram. Pois os cidadãos que serão atendidos pela nova empresa não podem ser prejudicados caso ela só adaptar uma parte de sua frota.

A prefeitura pode recomendar para que a futura empresa tenha a mesma atitude das empresas atuais?

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

LDaniels.com.br

Depois da tentativa de montar um jornal online com notícias regionais dentro do meu site http://www.ldaniels.com.br/, resolvi mudar o foco da página, pois não teria estrutura manter o site o tempo todo atualizado como se recomenda em veículos deste porte.

Percebi que era inconcebível uma pessoa fazer tudo sozinho, por isso, a partir de hoje, o site passa a ser somente um canal entre este jornalista que lhes escreve com o mercado da comunicação. Assim, ele fica com a parte de divulgação de meus trabalhos desenvolvidos.

E o blog, como é há mais de dois anos, continua a ser onde vou trabalhar com as informações que considero mais importantes a se publicar e comentar, pois ele me permite um contato maior com os internautas que já se acostumaram a me acompanhar por esta ferramenta do mundo da Web.

Desde já agradeço a compreensão e participação neste meu trabalho.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

No sufoco

Por Fredy Andrade

E será assim até o final...

Ninguém pode se iludir este ano com aquelas frases: " se deixarem o São Paulo avançar, ninguém segura" Conversa fiada...

Este ano o São Paulo vai beliscar a 4° posição, se jogar um décimo melhor...pode ser 3° colocado!

Tudo depende também do clássico do próximo domingo!

Nota: O São Paulo venceu o Nautico no Morumbi por um a zero na noite desta quinta-feira.

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Vereadores

Foram 319 figuras que concorreram as 21 cadeiras da Câmara de São José. Alguns fatos me chamaram a atenção.

Para ser vereador por aqui é preciso antes trabalhar em farmácia. O PSDB elegeu Petiti da Farmácia Comunitária, o DEM elegeu Renata Paiva que também tem uma farmácia comunitária na região norte da cidade. O PR tem o Alexandre da Farmácia reeleito. Remédio não vai faltar por lá.

Para receitar os remédios estará na Casa do Povo a Dra. Ângela Guadagnin (PT), também conhecida como dançarina da pizza, aquela mesma que em sua época de deputada federal dançou quando seu coleguinha foi absolvido. (Ela foi a última prefeita da cidade antes da Era PSDB).

Por falar em ex-deputados federais, outros dois também tentaram uma vaga na vereança, Gradela (PSTU) e Dr Coimbra (PMDB), mas não conseguiram, que decadência!

MCFerrou e MCDeumal
Os atuais vereadores José Luis Nunes (DEM) e Cristóvão Gonçalves (PSDB), mesmo tendo expressivas, não se reelegeram graças ao bendito coeficiente eleitoral...

MCDeubem
O Partido da República conseguiu eleger três nomes, além de Alexandre da Farmácia, Tampão e Jairo Santos foram eleitos pela primeira vez. Os dois se elegeram por causa do coeficiente, até porque tiveram menos votos que os acima citados.

Willis do PV foi o único candidato com deficiência em São José, ele obteve a segunda colocação em seu partido, mas o Partido Verde elegeu somente Dulce Rita, assim, Willis se torna suplente.


*************************************
Duas candidatas do Partido Socialista Brasileiro (PSB) foram os nomes menos lembrados pela população, tiveram apenas, eu disse apenas, UM voto cada. Quem será que votou nelas?

Os eleitos foram:

DEM

MACEDO BASTOS
MOTA
RENATA PAIVA

PSDB

CRISTIANO FERREIRA
DILERMANDO DIÉ
PETITI DA FARMÁCIA COMUNITÁRIA
HELIO NISHIMOTO
JUVENIL SILVERIO

PR

ALEXANDRE DA FARMÁCIA
JAIRO SANTOS
TAMPÃO

PT

AMELIA NAOMI
ANGELA
TONHAO DUTRA
WAGNER BALIEIRO

PMDB

LINO BISPO

PV

DULCE RITA

PSB

VALDIR ALVARENGA
WALTER HAYASHI

PPS

ROBERTINHO DA PADARIA
MIRANDA UEB

Fonte: TSE

Balanço eleitoral em São José

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) elegeu pela quarta vez seguida o prefeito da cidade de São José dos Campos. Eduardo Cury foi reeleito com 56,27% dos votos válidos (187.930 votos em número absolutos)

O candidato do PT, Carlinhos Almeida, ficou mais uma vez na segunda colocação, sem ao menos ir para o segundo turno, com 40,25% dos votos válidos (134.428 em números absolutos)

Toninho Donizete (PSTU) obteve 3, 47%, com 11.602 votos. De acordo com a militância socialista, foi uma votação satisfatória para o socialista

Análise

São José dos Campos vive nestes últimos anos um modo de administração que agrada a população, inclusive dos oposicionistas que admitem os ganhos da cidade, assim era natural uma continuação.

A quantidade reduzida de candidatos a prefeito, apenas três, fez com que acontecesse uma polarização entre dois nomes já em primeiro turno.

Na concepção deste jornalista que lhes escreve, é um absurdo uma cidade da magnitude desta ter apenas três pessoas a fim de mandar no poder público.

Sei que as coligações políticas fizeram isso, pois o advogado Luiz Carlos Pêgas (PMDB) queria ser, mas o partido resolveu apoiar Carlinhos. Precisam-se rever essas situações para o futuro.

Agora, resta ver quais os problemas que Cury terá nos próximos quatro anos e se conseguirá eleger seu sucessor ou não.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Pesquisas de intenção de voto

Eis as principais pesquisas de opinião para a prefeitura de São José dos Campos, com os últimos resultados antes das eleições do próximo domingo.

Só tenho dois questionamentos a fazer, por quê a Vanguarda não repercute os resultados do Vale Paraibano e o inverso acontece?

A aprovação do governo de Eduarddo Cury chega a mais de 60% de "ótimo" ou "bom", como, então, Carlinhos tem na pesquisa do Vale 40% contra 42%? Será que 50% de quem vota em Carlinhos aprova o governo de Cury?



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License