sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Notas olímpicas - Abertura Oficial


O futebol pode ser e é a paixão do brasileiro, mas hoje tive certeza que não se compara o espírito olímpico a qualquer outro evento esportivo no planeta.

Reunir 203 nações, mesmo que seja uma delegação de duas pessoas, não é para qualquer evento. Inimigos mortais felizes no mesmo espaço, o futebol não faz isso nem aqui, muito menos na China (hehehe).

Do show chinês na abertura, a alta tecnologia foi o aspecto marcante, pularam a parte “feia” da História do país, como as revoluções políticas, pois ninguém gosta de mostrar seus podres para o planeta inteiro ver.


É impressionante como os lideres políticos mundiais “amam” a China, a maior presença de chefes de estado em uma abertura olímpica, 86 estavam lá, todos a fim de serem parceiros comerciais da China, inclusive o presidente Lula, tem grandes interesses em vender para eles.

Porém, Lula tinha mais uma função, ser garoto-propaganda da candidatura do Rio de Janeiro para ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2016 e convencer o maior numero de autoridades esportivas a escolhê-la, em vez das potências Madri (Espanha), Tóquio (Japão) e Chicago (Estados Unidos) que possuem muito mais condições políticas de vencer este certame.

Para também ajudar na candidatura brasileira, o futebol pentacampeão mundial não usará mais uniforme da CBF, a pedido do Comitê Olímpico Brasileiro que fornecerá o material esportivo.

Pois é, o COB falou mais alto que a CBF. O que será que Ronaldinho Gaúcho e a Marta vestirão a partir de amanhã de manhã?


No post anterior, repugnei a atitude da TV Globo, mas hoje tenho que parabenizar dois profissionais dela, Marcos Uchoa e Pedro Bassan. Os dois têm grande experiência internacional e deram uma aula de geopolítica durante a transmissão da cerimônia de abertura das Olimpíadas de Pequim.

Os jornalistas deixaram Galvão Bueno em segundo plano, e ele sempre quando dava uma opinião, não fazia a mínima diferença para a conversa. Eles explicaram s disputas políticas que influenciaram e influenciam o mundo do esporte.

Enquanto todos elogiavam a festa de abertura, Galvão resolveu criticar a demora do evento para ser exibido pela TV, depois de falar muito, pediu para seus convidados emitirem suas opiniões sobre o assunto e todos ficaram sem jeito de contraria-lo. Coisas de Galvão Bueno.

Mais comentários das Olimpíadas nos próximos dias de competição. Não garanto todos, mas a maioria deles.

0 Cornetadas:

Postar um comentário | Feed



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License