sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Já escolheu seu candidato a vereador?

É engraçado assistir ao dia de propaganda eleitoral para vereadores. Talvez seja a única oportunidade que certas figuras têm de aparecer para o grande público. São segundos que cada um tem para dizer seu nome, número, região ou setor onde atua. E eles usam sua criatividade (ou falta dela) para chamar atenção.

Aqui em São José, há um candidato, que por razoes já ditas em outro post não terá o nome citado, que questiona quem “manda” na cidade. O dito cujo pergunta: “Quem manda na cidade, é o prefeito ou juiz?”. A pergunta tem sua lógica, pois a administração municipal teve de acatar as decisões judiciais que contrariavam o gosto da prefeitura.

O candidato à Câmara Municipal pode até ganhar a simpatia dos eleitores e se eleger e ganhar R$ 8.320 por mês, mas pelo seu estilo como aparece na TV deverá ser um fantoche nas mãos dos demais vereadores experientes no cargo.

Outros nomes sempre se apresentam como a solução dos problemas de sua região ou segmento, porém não demonstram postura de vereador que uma participação ativa, se eleito.

Os candidatos que se dizem ser representantes de igrejas ou outras religiões e não tem um trabalho social (não religioso) junto à comunidade, dificilmente conseguem convencer seu eleitorado de que ele é a melhor opção de voto. O candidato precisa ser reconhecido por sua luta pelos interesses de seu setor, pois o trabalho e as conquistas geram representatividade e respeito perante a sociedade.

Como diz a propaganda da Justiça Eleitoral, os vereadores são representantes da população e responsáveis pela fiscalização do poder executivo e o a eleição é para os próximos quatro anos (se bem que já tem gente por lá há vários mandatos que poderia sair).

2 Cornetadas:

fabiola disse...

oi Daniel ! entrei aqui no seu blog para conhecer ! Bacana ! sucesso sempre !
Fabiola
desculpa a falta de algo baixo...

Marcos disse...

Muito bom seu comentário Daniel. Você conseguiu enfatizar a realidade das escolhas do nosso eleitorado que está mais consciente de suas decisões, o que não significa que não precisamos avançar no modo de escolha dos nossos candidatos.
Não concordo com os discursos que se entoam entusiasmadamente de que precisamos eleger políticos da nossa região, do nosso grupo religioso, etc. No caso do vereador, ele deve legislar pela cidade e não por uma região. esse negócio de política bairrista é papo furado. Não é a toa que esse tipo de pensamento faz da região norte de são José dos Campos, a mais atrasada na rota do desenvolvimento.
Quanto a ética dos candidatos, temos o direito de reclamar e criticar os nossos políticos, porém vale lembrar que eles são espelhos da sociedade. Se temos uma política corrupta, é porque temos uma sociedade que infelismente está a altura dos mesmos. Nosso voto mais do que um protesto ou uma decisão consciente, ele revela aquilo que somos!

Postar um comentário | Feed



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License