terça-feira, 8 de abril de 2008

UnB, Isabella, Dossiê: tudo de uma vez só

Os três principais assuntos da mídia nacional pertencem ao eixo São Paulo-Brasilia. Alias, a Capital Federal foi concebida para ter assuntos em pauta. E São Paulo é assunto por si só, coisas da quinta maior cidade do mundo, ela manda e desmanda no mundo comercial.

UnB
Desde o protesto que resultou no impeachment do ex-presidente Fernando Collor, não vi nenhuma manifestação estudantil que chamasse tanta atenção. Atualmente este tipo de atitude é raridade, bem diferente de décadas atrás, quando os estudantes universitários tinham voz ativa na sociedade brasileira.

Derrubar o reitor de uma das maiores universidades do país seria no mínimo um indício de que as revoltas dos jovens ainda não morreram. Embora, seja um fato esporádico aqui, outro ali.

Os estudantes tupiniquins precisam voltar a se indignar com os atos dos governantes e não aceitar suas decisões e ainda beijar a mão deles. Mas para que isso volte a acontecer, a cultura estudantil de protestar deve ser resgatada. Entretanto, o Brasil foi influenciado por uma onda anti-protesto.

Isabella
É inútil explicar quem é (ou melhor, quem foi) Isabella. Todos que assistiram a pelo menos a um jornal de âmbito nacional na última semana, com certeza ouviu falar de Isabella.

Um assassinato chocante. Perfeito para um sensacionalismo digno da mídia capitalista brasileira. Capaz de condenar ou absolver os envolvidos antes mesmo das investigações policiais começarem.

Agora, não adianta reclamar de sensacionalismo, porque todos se sensibilizaram com o tema. Mas uma coisa é certa, é só alguém fazer algo inusitado que todos se esquecem.

Coitada da pequena Isabella. Não merecia nada disso. Ser brutalmente assassinada, se tornar assunto sensacionalista em rede nacional e depois ser esquecida em meio a outras notícias que virão. Quem duvida é só se lembrar de João Hélio.

Dossiê
Bom, se os políticos não estivessem em pauta, algo estava errado. Eles estão ali para isso mesmo. Em vez votar a reforma tributária ou a reforma política (isso eles não votam mesmo e todos sabem o porquê). Eles adoram uma notícia de bastidores para obstruir (termo deles) o que realmente é importante para a nação.

0 Cornetadas:

Postar um comentário | Feed



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License