quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Responsabilidade com a verdade

A mensagem do Papa Bento XVI para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, que será celebrado em 04 de maio, ressalta a importância dos meios de comunicação na sociedade atual.

Com o título: “Os meios de comunicação social: na encruzilhada entre protagonismo e serviço. Buscar a verdade para partilhá-la”, o Sumo Pontífice afirma que os veículos de comunicação têm papel fundamental na procura e difusão da verdade.

O poder que a mídia exerce é notório a todos. Ela influencia de forma implacável na vida de todos, para o bem o mal. A TV, o rádio, o jornal e principalmente a internet fazem com que as informações sejam transmitidas em segundos por todo o planeta. Esta instantaneidade com que as notícias estão estampadas nas primeiras páginas dos grandes portais e pequenos sites faz o volume de informação e sua superficialidade sejam a tônica da comunicação mundial no início deste terceiro milênio.

A responsabilidade com a verdade, neste aspecto, parece ficar em segundo plano. Para se ter certeza do que se informa é necessário verificar com mais de uma fonte a consistência da notícia e isso leva tempo, o que a internet, por exemplo, não permite tal “luxo”.

Este fato favorece a manipulação da informação, pois como se diz no jornalismo, muitas pessoas querem “plantar a notícia dentro das redações”. E o profissional da comunicação, não só o jornalista, tem que saber “separar o joio e o trigo”

O papel social da busca pela verdade não deve servir como razão profissional, mas como razão intrínseca da existência do ser humano na sociedade.

Há de se ressaltar que a internet não é a vilã na busca pela verdade e sim quem não se responsabiliza pelas conseqüências causadas por informação mal transmitida.. Na maioria das vezes, o interesse está no próprio “umbigo”, na ambição capitalista do dinheiro que significa o poder.

A teoria básica da comunicação afirma que existem três elementos principais: o emissor, o meio (veículo) e o receptor. A responsabilidade na busca da verdade não é somente de quem transmite a informação, mas também de quem a recebe, visto que ninguém pode se satisfazer com a primeira versão, apresentadas de modo idêntico por todos

A procura pela verdade, que segundo a Igreja está em Deus, é Deus, não deve ser nunca deixada de lado em detrimento de outros objetivos, pois assim a missão do ser humano continuará sempre em primeiro lugar.

2 Cornetadas:

Luiz Liu disse...

Fico feliz em saber que o Jornalista Luis Daniel (antes aluno, agora amigo) segue a linha pela qual deveria seguir todos os seus iguais (de profissão). Preocupar-se com o ser humano não foge ao pricípio básico de uma convivência sadia em uma sociedade. O contrário disso simplesmente vai possibilitar as patologias a que ficamos reféns no nosso cotidiano atual. Parafraseando um dito popular: "Lobo não come lobo,", temos que ser homens (e mulheres) até debaixo d'água. Temos que ser seres humanos e respeitar a nossa raça... Comecemos, então, pela comunicação... Parabéns, Daniel, continue sempre por esse caminho. Com certeza há de ter grandes recompensas... Prof. Liu

Paola disse...

faço as palavras do Liu, as minhas...~pois ele falou nada mais que a verdade..e de uma forma muito objetiva
um beijo

Postar um comentário | Feed



 
^

Powered by Bloggerblogger addicted por UsuárioCompulsivo
original Washed Denim por Darren Delaye
Creative Commons License